Com 2.100 vagas autorizadas, a Polícia Civil do Distrito Federal (PC-DF) deve lançar o primeiro edital, destinado aos 300 postos de escrivão, até meados de novembro. As outras oportunidades serão para agente, sendo 600 para preenchimento imediato e 1.200 para cadastro reserva.

Nos últimos dias, a notícia de que o Cebraspe deve ser a banca organizadora causou alvoroço entre os concurseiros que aguardam ansiosamente por esse certame. Apesar disso, a contratação da examinadora ainda não foi publicada no Diário Oficial do DF.

Segundo o projeto básico da seleção, após a contratação da banca, a instituição tem 15 dias para publicar o primeiro edital e 100 dias para aplicar as provas objetiva e discursiva. A expectativa, portanto, é que as primeiras etapas do processo seletivo aconteçam em fevereiro.

Seguindo com o especial sobre carreiras policiais, o Blog da Tutory destrincha agora o posto de escrivão, trazendo todos os detalhes que você precisa saber sobre a seleção e as atividades desta carreira. Confira a seguir!

Atribuições

Para se tornar escrivão da Polícia Civil, é necessário possuir curso superior, a ser comprovado mediante a entrega de cópia autenticada do diploma ou certidão expedida por Instituição de Ensino reconhecida pelo Ministério da Educação, na ocasião da posse. A remuneração inicial ofertada é de R$ 8.698,78, para ingresso na terceira classe. Os servidores também terão direito a assistência saúde, (R$ 124,33) e auxílio-alimentação (R$ 458,00).

Diferentemente da atividade de agente, o trabalho de escrivão é burocrático, consistindo essencialmente nas funções de apoio interno nas delegacias. É ele o servidor responsável por registrar e formalizar os inquéritos policiais, bem como fazer o controle dos prazos. A responsabilidade pela guarda dos objetos e documentos vinculados ao inquérito também recai no escrivão.

Confira abaixo todas as atribuições do cargo:

  • Elaborar boletins de ocorrência, de prisão em flagrante delito ou medidas cautelares;
  • Providenciar a identificação, recolhimento e soltura de presos;
  • Fiscalizar a continuidade dos inquéritos, providenciando a sua normalidade sequencial;
  • Orientar a escrituração dos registros nas delegacias;
  • Colher informações de interesse policial;
  • Encaminhar vítimas para exames de corpo de delito ou solicitar as perícias cabíveis munido das guias subscritas pelo Delegado de Polícia;
  • Acompanhar o Delegado de Polícia nas diligências que se fizerem necessárias;
  • Preparar expedientes;
  • Conduzir viaturas policiais;
  • Participar do levantamento de local de crime;
  • Apreender objetos, valores e instrumentos utilizados na prática de crimes e mantê-los sob custódia;
  • Atuar nos procedimentos policiais de investigação;
  • Cumprir as determinações legais da Autoridade Policial;
  • Ouvir as partes envolvidas, vítimas, averiguados, autores, testemunhas, no distrito ou onde se possam encontrar, buscando a apuração dos fatos;
  • Atender ao público com presteza valendo-se do dever de polícia;
  • Trabalhar juntamente com o Delegado de Polícia durante a lavratura de boletins de ocorrência, flagrantes ou prisões cautelares;
  • Cumprir mandados de prisão, ordens de serviço, autos de apreensão, de entrega, de avaliação, de acareação, de reconhecimento de pessoas ou objetos;
  • Realizar translado, intimações, citações e notificações;
  • Cumprir medidas de segurança orgânica;
  • Prestar assistência à Autoridade Policial;
  • Assinar documentos que necessitem de fé pública;
  • Trabalhar em serviços de inteligência policial.

Seleção

Confirmado o Cebraspe como examinador, as inscrições para o concurso serão disponibilizadas pelo site da banca. A taxa deve ser fixada em R$ 199,00.

O processo seletivo consiste em duas etapas. A primeira é composta por:
Prova objetiva – de caráter eliminatório e classificatório;
Prova discursiva – de caráter eliminatório e classificatório;
Prova de digitação – de caráter eliminatório;
Exame biométrico e avaliação médica – de caráter eliminatório;
Prova de capacidade física – de caráter eliminatório;
Avaliação Psicológica – de caráter eliminatório e
Sindicância de vida pregressa e investigação social – de caráter eliminatório.

Já a segunda etapa consiste em Curso de Formação Profissional, de caráter eliminatório.

A prova objetiva deve trazer 120 questões de certo e errado, sendo 50 itens de conhecimentos básicos e 70 de específicos. Já a avaliação discursiva deve trazer três questões com 10 linhas para resposta. A prova de capacidade física será composta por barra fixa, flexão abdominal, meio-sugado e corrida de doze minutos. Para essa fase, serão convocados apenas os aprovados na prova de digitação e nos exames biométricos.

O curso de Formação Profissional será realizado em Brasília e terá carga horária de 180 horas/aula. Durante o curso, os candidatos passarão por prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório, com 100 itens.

Serão contempladas no Curso de Formação Profissional as seguintes disciplinas para o posto de escrivão: Técnicas de Imobilização Policial e Defesa Pessoal Policial; Técnicas Operacionais da Ação Policial; Legislação Aplicada; Estrutura e Organização da PCDF; Direitos e Deveres do Policial Civil; Prerrogativas e Aspectos Disciplinares da Função Policial; Direitos Humanos; Sistemas Informatizados da PCDF e Telecomunicações, dentro do núcleo comum. Já no núcleo específico, serão cobrados conhecimentos de Escrivania Policial: Casuística e Interrogatório e Entrevista; Casuística; Interrogatório e entrevista; Atividade Cartorária; Organização e Práticas Cartorárias; e Segurança Orgânica.

Preparação

De acordo com o coach e fundador da Tutory Marlom Andrade, com a proximidade da publicação do edital, é hora de intensificar os estudos. O especialista alerta que as matérias básicas devem estar na ponta da língua dos candidatos, até porque o certame pode trazer algumas novidades no conteúdo programático.

“A PC-DF pode inovar, trazendo disciplinas novas, como fez a PM-DF, que cobrou criminologia, ou mesmo a Polícia Federal, que exigiu bastante de contabilidade e informática”, alerta Andrade.

Para ajudá-lo a fazer uma preparação eficiente, a Tutory preparou um plano especial para a PC-DF. Clique aqui e veja como o Smart Coach fará toda a diferença nos seus resultados.

Compartilhe!
Compartilhe!

Amplie o número de alunos sem aumentar a carga de trabalho

  • Plataforma feita de coach para coach

  • Equipe pioneira em automatização de coaching

  • Expertise em otimização de tempo

Mais alunos. Menor esforço.
Melhores resultados.

ASSINE E SEJA CLIENTE

Deixar um comentário